E pensar que as melhores coisas da vida são, por muitas vezes desprezadas, ignoradas e mal tratadas….tendo o devido valor que merecem sendo dado somente após serem perdidas.

Todos fazemos isso, pelo menos uma vez na vida.

Na verdade, que bom seria se fizéssemos pelo menos uma vez na vida. Costumamos fazer mais. Muito mais.

Nada mais importa que as nossas coisas, nossa vida, nosso modo de ser, de vestir, de falar, de viver.. E não percebemos que muitas vezes o melhor da vida está no outro.

No sorriso do outro, no olhar, no modo de pensar, na fusão de idéias que surge após uma conversa.

Tão complicado quando procuramos um tesouro no nosso próprio umbigo e as vezes ele está sentado, literalmente, ao nosso lado.

Tão simples perceber que a fonte da felicidade de qualquer ser humano não está em si próprio, mas no próximo. Naquele que cruza seu caminho diariamente ou apenas uma vez.

É impossível sermos felizes sozinhos. Precisamos necessariamente de alguém do nosso lado para sermos felizes. E não me refiro a relacionamentos amorosos.

Descobri que a porta da felicidade (ou salvação, nirvana e etc) está no próximo.

É no próximo que se encontra o caminho. Mas cabe somente a MIM, ir até lá, buscar, procurar, encontrar e escolher trilhar por ele…..

A porta está aberta, mas a decisão de atravessar e o passo a ser dado depende somente de mim.

Abraço!

Anúncios