Por que será que quanto mais nos importamos com as pesssoas e suas ações, menor é o peso que temos a respeito das nossas atitudes em relação à elas?

Tudo flui de forma muito natural.Singela.

Importante mas não sufocante.

As coisas rolam sem pressão, mas nem por isso deixam de ser importantes.

Porque tudo que é importante mesmo, acontece sem pressão.

A pressão é algo que inventamos para nos atrapalhar com as coisas que devíamos lidar naturalmente.

Por que será que a pressão interfere tanto na vida das pessoas quando mais precisamos de foco, que é inversamente proporcional ao foco? Ou seja, se você se sente pressionado, dificilmente conseguirá manter o foco, a concentração e tudo o mais que você precisa e a danada da pressão não deixa.

Mas, por que será que mesmo assim não nos damos conta de tudo isso? Ou nos damos conta e não ligamos?Ou (no que particularmente acredito) não entendemos tudo isso.

Complicado.

O mais complicado é saber que nossa vida é (ou poderia ser) bem mais simples. Ela não o é simplesmente porque somos nós que a complicamos! E sempre complicamos mais e mais e mais……

Nosso limite é não ter limites, é não saber quando parar, quando deixar estar, quando simplesmente se calar.

E por não termos tudo isso claro ou não ter domínio sobre essas coisas que nos preocupamos com a pressão e sua interferência no que realmente importa.

Limites, delimitações e margens são barreiras que nós colocamos (ou não) e interferem em nossa vida e na sociedade como um todo de modo explícito e completamente natural, sem nenhum tipo de pressão.

Vai entender: 

Nos pressionamos para tudo nesta vida. E justamente por conta da pressão deixamos de fazer (ou de fazer direito) as coisas e ela (a pressão) afeta nossa vida e a vida de todos (portanto a sociedade) e isso por si só não nos pressiona. Com isso, a pressão atrapalha praticamente a todos de forma natural, sem sentir pressão alguma sobre a força que exerce sobre a gente.

Engraçado né? Mas não deveria.

Abraço!

Anúncios