Enquanto muitos de nós levantam;

Caminham;

E seguem sem dor;

Alguns se perguntam e questionam;

Até onde isso vai.

Porque alguns têm tanto e outros nada têm?

Porque ninguem sabe a diferença?

Entre ter  e ser.

De entreter e ser.

Fantasia e realidade.

Qual é mais assustadora?

Qual aflige mais?

E no fim, tudo que importa é saber quem ganhou o BBB;

Pois uma coisa deixou de ter importância:

Você.

É uma causa perdida. Um Deus sem seguidores.

Número na massa.

 Capital avaliado e tantas vezes liquidado.

O que prefere?

Ter identidade ou ser um número?

Ter razão ou ser racional?

Ter noção ou ser enganado?

Ter tudo e não ser nada?

Ter  muita coisa e ser coisa nenhuma?

Escolha insensata, vida vazia.

Esperança vã em uma sociedade oca.

Crianças morrem enquanto seu filho não quer comer aquilo.

Seu emprego te promete uma vida que não é sua.

Busque, levante, critique, viva sua vida pelos olhos de alguém e perceba;

Que você não é nada além de um número.

E que seu ser, se resume naquilo que você tem.

Anúncios